Portfólio

 

1. Considerações iniciais 

O seguinte case traz os principais aspectos do relatório apresentado a Prefeitura Municipal de Camaçari.  Tendo o objetivo de expor o diagnóstico da atual conjuntura em que se encontra o Turismo no referido  município, a partir da observação analítica dos dados e resultados levantados a partir da Inventariação da Oferta Turística de Camaçari, edição 2011, conforme metodologia proposta pelo Ministério do Turismo.

2. O relatório: Segmentações Turísticas Potenciais Em Camaçari

Os atrativos, atividades e diferenciais da Costa dos Coqueiros, especificamente no que tange ao município de Camaçari sugerem ênfases no ecoturismo, no turismo de lazer (principalmente sol & praia), baseado em equipamentos hoteleiros e resorts de alto nível e no turismo de negócios, sustentado principalmente pela aglomeração industrial presente no Polo Petroquímico.

Principais potencialidades

  • Ecoturismo
  • Turismo de Lazer (Sol & Praia)
  • Turismo de Negócios

Outras potencialidades

  • Turismo de Pesca
  • Turismo Pedagógico
  • Turismo de Eventos
  • Turismo Rural
  • Turismo Esportivo

 2.1. Ecoturismo

A riqueza ecológica em razoável estado de conservação traz à região uma oportunidade de mesclar o fluxo já existente. Esse segmento mostra-se importante uma vez que procura fomentar a sustentabilidade e a conservação do meio ambiente natural. Por exemplo, a localidade de Jorrinho encontra-se numa região de grande potencial ecoturístico.

2.2. Turismo de Lazer (Sol & Praia)

Este segmento já se encontra comparativamente com as demais segmentações bastante desenvolvido, é a principal segmentação turística realizada em Camaçari. A localização privilegiada da maior orla do Litoral Norte da Bahia, com 42 Km de extensão conspira a favor desta segmentação, somada aos preciosos recursos naturais do município e acessibilidade facilitada pela (BA 099).

Jauá - Camaçari, BA

Jauá – Camaçari, BA

2.3.  Turismo de Negócios

Na sede do município já existe uma oferta significativa de meios de hospedagem direcionado aos executivos que visitam o Polo Petroquímico de Camaçari e o Complexo Automotivo FORD. A segmentação de turismo de negócios é fantástica para amenizar as intempéries da sazonalidade e deve ser potencializada em Camaçari, diminuindo a evasão de divisas turísticas para Salvador e Lauro de Freitas principalmente.

Pólo petroquímico de Camaçari

Pólo petroquímico de Camaçari

 2.4. Turismo de Pesca

O turismo de Pesca em Camaçari pode ser realizado tanto nos rios, quanto no mar. A pesca esportiva em alto mar, bem como a prática de mergulho de observação é motivada pela riqueza natural, principalmente nas localidades de Praia de Jauá (Naufrágio das embarcações Paraná e Salvador.), Jacuípe  (Cabeça do Meio), Guarajuba (Pedra Sul II) e Itacimirim (Naufrágio do Curuzú).

 

2.5. Turismo Pedagógico
A Cidade do Saber é um equipamento turístico de elevado valor cultural. Memorial do Polo, Museu de Tecnologia, Teatro e amplo espaço para eventos servem de enriquecimento de crianças, jovens e adultos que a visitam, ainda, o Polo Petroquímico, o Complexo Automotivo FORD, a CETREL e outras indústrias camaçarienses servem de centros de visitação, Camaçari conta também com um Campus da Universidade do Estado da Bahia – UNEB.
Cidade do Saber

Cidade do Saber

2.6. Turismo de Eventos
Esta segmentação está reprimida apesar de promover o Camaforró, o Camafolia, a Semana Global de Empreendedorismo, a Festa de Iemanjá e CINFANCAM. O município possui estrutura e apelos econômicos e socioculturais para intensificar sua agenda com uma proposta mínima de, pelo menos, dois grandes eventos mensais.

 2.7. Turismo Rural

A zona rural de Camaçari é repleta de empreendimentos potenciais para a prática do turismo rural. Sítios, chácaras e trilhas históricas se somam à culinária local sendo uma tendência do marketing mundial este retorno do homem às suas origens.

2.8. Turismo Esportivo 

A prática de esportes náuticos (surf, kite surf e jet ski), canoagem, trekking, corridas de aventura, cavalgada, futebol, motocross, autocross, bicicross  já são realidades neste município que possui todos os predicados necessários para a viabilidade de um calendário movimentado com alto padrão de qualidade e resultados positivos para os atores locais.

3. Sugestões de Investimentos para o desenvolvimento do Turismo de Camaçari

As estratégias de desenvolvimento turístico são resultado das indicações contidas nas conclusões do diagnóstico e de um abrangente processo de   planejamento participativo, através das Oficinas Preparatórias realizadas nas comunidades-chave do turismo local, articulado a um extenso trabalho complementar de pesquisa de campo. Houve, ainda, subsídios de diversos estudos elaborados pelo poder público e outras instituições (ONG`s e sociedade civil organizada).

  • Elaborar o Plano de Desenvolvimento do Turismo de Camaçari;
  • Elaborar o Plano de Marketing Turístico de Camaçari;
  • Implantar o Convention Bureau Local para profissionalização da captação de eventos para Camaçari;
  • Fortalecer a governança do trade turístico local através da sensibilização dos atores locais e capacitá-los tecnicamente dos procedimentos adequados para uma gestão verdadeiramente participativa;
  • Elaboração da Matriz de Consumo e Oferta de Produtos e Serviços atinentes ao Turismo de Camaçari;
  • Implantar sistema de sinalização turística dentro dos padrões internacionais;
  • Qualificar a Aldeia Hippie para otimização do atrativo turístico (acesso, sinalização e qualificação dos pontos de visitação da aldeia).
  • Ampliar e melhorar os sistemas viários utilizados para a integração e acesso às áreas Turísticas
  • Acesso à praia do Surf em Guarajuba.
  • Construção de atracadouro em Jacuípe.
  • Melhoria do Acesso à Praia do Emissário Submarino
  • Estudo e análise sobre fontes poluidoras dos recursos hídricos
  • Consolidar o Conselho Municipal de Turismo e Meio Ambiente
  • Promover eventos educacionais voltados para aprendizagens relativas ao papel de cidadão e de profissional que já trabalhem ou que pretendam trabalhar no turismo
  • Ampliação do corpo técnico de fiscalização ambiental;
  • Criação do clube de maior idade para diminuir a sazonalidade;
  • Estudo e analise sobre fontes poluidoras dos recursos hídricos;
  • Fiscalização para evitar a ocupação desordenada;
  • Implantação do Centro de Apoio às atividades turísticas – CETA;
  • Viabilização do projeto de Incentivo à pesca.
4. Oportunidades de negócios no Turismo de Camaçari

Percebe-se neste diagnóstico do Turismo de Camaçari, que a cadeia produtiva local depende e muito de empreendimentos instalados principalmente em Salvador e em menor escala Lauro de Freitas, como também de outros estados brasileiros, pois a produção de bens de consumo e bens duráveis do estado da Bahia está distante da auto suficiência.

O incentivo à criação de Centrais de Comercialização e/ou cooperativas de compras para atendimento às necessidades do empresariado local é uma alternativa para melhoria da competitividade perante os outros destinos.

5. Considerações finais

A sustentabilidade do município é garantida pela participação das comunidades através dos diversos Conselhos Municipais. Porém, para uma maior efetividade é necessária uma ação conjunta e interdisciplinar entre esses órgãos na construção coletiva de um plano de desenvolvimento municipal de maneira integrada e eficaz.

 

 5.1. Algumas sugestões de intervenções de caráter estrutural para potencialização do Turismo no município de Camaçari

  • Elaboração do Plano de Desenvolvimento Municipal;
  • Elaboração do Plano de Marketing Turístico;
  • Elaboração da Matriz de Consumo e Oferta de Produtos e Serviços; atinentes ao Turismo de Camaçari;
  • Realização de estudo de Interpretação do Patrimônio Histórico-Cultural do município;
  • Qualificação profissional do empresariado local, através de cursos de Conscientização Turística, Custos e Formação de Preço de Venda, Técnicas de Negociação, Associativismo, Gestão de Pessoas, Relações Interpessoais, Barman, Garçom, Camareira, Gerenciamento de Pousadas, Restaurantes, Bares e Barracas de Praia;
  • Acesso à Praia do Surf em Guarajuba;
  • Elaboração de projeto de memorial histórico-cultural para integração sede / orla;
  • Projeto de padronização das barracas de praia em Guarajuba, Itacimirim, Jacuípe e Foz do Rio Pojuca nos moldes propostos pela União;
  • Implantação de sistema de esgotamento sanitário em Itacimirim e Barra do Pojuca;
  • Implantação de sistema de esgotamento sanitário em Monte Gordo e Rio Pojuca;
  • Construção de atracadouro em Jacuípe;
  • Apoio à implantação do Convention Bureau local.

5.2. Necessidades imediatas de intervenções em atividades empresariais ligadas ao Turismo

Consultorias, assessorias técnico-gerenciais – o grande problema é a gestão financeira que, quando não é dotada de critérios bem definidos, ocasiona a falta de capital de giro, coisa que o empresário só vai se dar conta depois de uma consultoria que o convença disso.

Treinamentos nas áreas de qualidade, finanças, marketing, contabilidade, empreendedorismo, gestão de negócios, associativismo, cidadania, marketing e comercialização, tanto para os administradores das empresas, como para os colaboradores internos.

Busca de parcerias junto às instituições de crédito, entidades de qualificação profissional e instituições de ensino.

Incremento da parceria entre a comunidade empreendedora local com o poder público municipal, estadual e federal.
Fortalecimento da cultura associativista na comunidade empreendedora local, visto que apenas 12% dos empresários participam de alguma atividade coletiva. São individualistas e hoje, com o processo da globalização, fica cada vez mais difícil resolver os problemas de uma classe sem o espírito de companheirismo.